quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Ufologia e Religião - Sinais divinos seriam erros de interpretação?



Há tempos que se falam de certos objetos que pairam sobre nossos céus, causando espanto e criando assim, segundo a teoria de Erich Von Daniken, as nossas religiões que temos hoje em dia.
Se partirmos da Bíblia, onde no livro Gênesis temos aparções de seres completamente fora do padrão filiológico humano de pessoas que viram gigantes:

"E havia naquele tempo gigantes sobre a terra e os houve também depois que os filhos de Deus se uniram às filhas dos homens e destas nasceram filhos; são estes os heróis famosos desde o tempo antigo." (Gênesis)

Temos outras escrituras sagradas como os  livros de Dzyan que contam-nos que os primeiros homens na Terra eram filhos dos homens celestes ou Pitris e que os "Reis da Luz" ocupavam "tronos Celestes" ; o Mahabrarata, que difundiu muito na religião Hindu,  o Nihongi, Japão, descreve-nos seres divinos que desceram do céu, em "barcos celestiais", e se uniram às filhas dos homens. E também nos falam de uma "ponte celestial ou flutuante" entre o céu e a terra.

Voltando na Bíblia, temos a passagem os Reis magos que seguiram a "estrela de Belém" que conduzia para onde Jesus Cristo nascera. As abduções de Ezequiel, Elias e Enoque( descobertos dos Pergaminhos  do mar morto), a destruição de Sodoma e Gomorra, com fogo e enxofre etc.

Posteriormente, os seres extraterrestres que nos visitavam passaram a uma segunda fases de suas missões na Terra. Começaram a dar a humanidade noções de justiça, moral e ordem. Mas os homens daquela época não podiam conceber engenhos voadores, daí sempre vermos textos antigos a expressão: "O céu se abriu ". Imaginavam que atrás do céu, no espaço, estaria a morada de Deus, inacessível ao homem.





Famosa aparição de Nossa Senhora de Fátima que pode ser um dos maiores erros de  interpretação em massa  da humanidade


Hamurabi, na Babilônia, recebeu suas famosas leis de seu Deus Sámas, numa montanha. Minos, fundador de Cnossos, recebeu as leis cretenses, também de um Deus, num monte sagrado. Em 550 AC, Zoroastro, numa caverna que foi banhada em fogo (luz), teve seu contato com Ahura Mazda (Dono da Luz) e fundou o Zoroastrismo.Sem esquecer de Moisés que teve que ir a um determinado lugar para receber as Tábuas das leis. 


Erros de interpretação eram comuns no passado longuinquo, pois o conhecimento escasso do homem, não o permitia saber o que era realmente "divino" de um "extraterrestre" até mesmo pq o termo não fazia sentido nenhum para a humanidade, pois naquela época, o conceito de universo e de que a terra girava em torno do astro Sol era nulo.

Hoje em dia, como nossa tecnologia, armas e veículos de transporte, nós chamamos tais objetos de UFOS. Mas na antiguidade, como não tinham tais atributos, eles iriam comparar com algo maior, algo extraordinário, como Deuses, fantasmas, monstros entre outras lendas e mitos que por sua vez surgiram de determinadas aparições de OVNI's ao redor do mundo. Ou como o autor Michel Coquet gosta de chamar - Anjos ou Devas.

Em outro artigo sobre o profeta Ezequiel, vimos a fantástica aparição de seres que saíram de uma nave,  Ele fala claramente nas suas luzes, seu sistema de propulsão, cúpula ou grandes janelas transparentes e a tripulação dentro da nave. É claro, isso numa linguagem como ele podia conceber naquela época, já que até um simples automóvel seria para Ezequiel uma aparição divina, ainda mais um OVNI. Ele também fala do ruído dos motores da nave, nas escotilhas da mesma e quando cita asas ele claramente nos mostra que o engenho podia voar. Não há duvida que Ezequiel teve seu contato com um engenho oriundo de outros planetas.

Como o povo antigo não tinha nosso conhecimento tencológico, logo compararam as aparíções à fantasias e mitos, logo subentendendo à um Deus. Assim surgiram as religiões no nosso planeta. 


Algumas escritas antigas narram fatos que hoje podem ser julgados como casos de contatos imediatos:


Em 312 DC, surgiu uma cruz no céu quando o imperador Constantino aceitou o Cristianismo, no Império Romano.
Em 1528, no cerco de Utrech, foi vista uma cruz de Borgonha, de cor amarela, no céu da Holanda. Em 1954, uma patrulha de discos voadores sobrevoa Roma, fazendo evoluções e ao final, forma uma cruz sobre a basílica de São Pedro, no dia do aniversário da revolução Comunista.
Temos milhares de contatos descritos na história universal e a maioria deles foi interpretada como sinal divino:
"608 AC - É a segunda vez que me foi dirigida a palavra do senhor a qual dizia: Que vês tu? E respondi: Vejo panela a ferver que vem da banda do Aquilão." (Jeremias-1.13)
"Levantei de novo os olhos e eis que havia rolo que voava, o qual tinha 200 côvados de comprimento e 10 côvados de largura." (Zacarias - Liv. 1 - 5.1.-2.) Seria um charuto?
"Parou, pois, o sol no meio do céu e não se apressou a por-se durante o espaço de um dia." (Livro de Josué) 166 DC - Julius Obsequens, em Prodigiorum Libellus, cita que em Capua o sol brilhou à noite. E Tito Livius escreveu que Albae viram-se dois sóis à noite. Em De Divination, Cícero fala sobre dois sóis e três luas vistas no céu.



O ESPIRITISMO

Desde os tempos egípcios que a questão de vida após a morte foi abordado de uma forma mais séria, criando as nossas múmias para que sua alma, ao encontrar com Anúbis, na outra vida, encontraria seus corpos e seus pertences intáctos. Nascia ai um dos primeiros conceitos de reencarnação. E as idéias de Dante Aliguieri sobre o mundo do Inferno, purgatório e paraíso, habitados por personalidades marcantes da história começava a ser divulgada na Europa ocidental. Já no século XIX, depois do aparecimento da Doutrina Teosófica, surgiu a Doutrina espírita.

O homem então começou a ter uma idéia concreta de  onde sua alma iria após a morte. Do Espiritísmo surgiram as comunicações através de psicografias. Uma das mais conhecidas comunicações sobre a vida após a morte surgiu nos relatos do espírito André Luiz ao médium Chico Xavier no livro Nosso Lar. Ele se refere à existência de uma cidade completa, no plano espiritual, além de uma região que ficou conhecida como Umbral. Esse plano espiritual se situa próxima à crosta terrestre, e nele o espírito continua possuindo as sensações físicas próprias da vida terrestre, como alterações de temperatura, fome, sede, dificuldade em respirar, etc. Ali é possível comer e beber como fazia quando era vivo. Além de terem uma tecnologia muito mais avançada que a nossa, centros de reabilitação brancos com enfermeiros que emanam uma certa luz regenerativa.



Esse mundo lembra muito Aguartha e Atlãntida, que possuiam ambas, centros hospitalares regerativos e os seres que moravam lá sentiam uma paz e um bem estar nunca sentidos antes pois as cidades emitiam certas frequências que combinadas com os exercícios ensinados pelas escolas de conhecimento,  levaria o homem a alcançar as 7 virtudes dentro das 7 leis universais. 

Vale ressaltar que tudo que fora repassado a respeito de Atlântida e Agartha, foi consebido através de psicografias e contatos com seres de outro plano Fìsico. Helena Blavatsky que psicografou seus livros através de seres de luz, ousou ao dizer que a terra seria Oca e afirma que não era autora dos seus livros e sim uma simples mensageira dos seres Akashikos de outra dimensão. Então como explicar a incrivel semelhança entre as Psicografias de Xavier e Blavatsky. Seriam eles então difusores de um mesmo mundo que não pertence ao plano físico ? 

Ao passar dos tempos houveram grandes mudanças em paradigmas, já que a modificação de pontos de vista vem sofrendo mudanças ao passar dos tempos. Galileu descobriu sozinho 4 satélites de Júpiter e defendia o Heliocentrismo foi morto por desafiar tais paradigmas estabelecidos como se fosse uma lei divina. A  igreja Católica simplesmente gostou da idéia de Hiparco, que dizia que a terra era o centro do universo -Geocentrismo.Nossa Lua, ate certos dias foi vista como impossível de se chegar, e marte impossível de haver água. Até o século XIX conhecemos somente 8 planetas, hoje conhecemos mais de 500 catalogados! Depois surgiu Darwin, e novamente criou-se uma polemica em todas as religiões do mundo. Então vemos que não é so a Ufologia que ousa desafiar as religiões com nossas idéias até então absurdas.

Felizmente nossos mentores espirituais acreditam e sabem dividir o que seria divino do que seria vida alienígena. Chico Xavier, homem muito respeitado dentro do Espiritísmo no Brasil e no Mundo, defendia a idéia do planeta Nibiru, chamado por ele de Planeta Chupão, que retornaria na terra no fim dos tempos. Ele comentou em  uma entrevista na época, que quando Colombo disse que iria em busca das índias, ele foi ridicularizado, e tachado como louco, o que prova que o ser humano é teimoso e não admite uma idéia até que se prove o contrário. Hoje em dia nossa ciência ainda sofre preconceito com a sociedade com algumas idéias pré inúteis.
Veja os Vídeos:









"Não quero aqui criticar nem blasfemar quaisquer formas de religião ou crença popular, apenas apresento fatos sem fins corroborativos e escrupuleantes que possam denegrir a imagem da religiões no mundo. Mas a ufologia é uma ciência que puxa lona e estamos aqui justamente para cobrar explicações de coisas que até então eram mistérios para o homem. O objetivo da vinda destes seres espirituais akáshikos que saem de um mundo diferente da nossa terceira dimensão é despertar o homem da imensa escuridão trazendo para nós  luz dos fatos e as verdades absolutas.A imensa vastidão do universo nos permite buscar no nosso próprio interior para aprendermos a captar o que nossos seres de luz estão tentando nos ensinar desde os tempos remotos. Abrindo nossas mentes e aplicando as leis cósmicas que regem o universo, permitirá a nós adquirir uma imensa gama de conhecimentos e um mundo melhor para todos."


Felipe Sérvulo 


0 Comentários:

Postar um comentário

Não serão permitidos comentários de baixo calão ou palavras levianas que possam incomodar e atrapalhar um trabalho sério como a Ufologia e a Astronomia.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...