terça-feira, 31 de maio de 2011

Nasa encerra a missão Endeavour


Depois de mais uma missão bem-sucedida no espaço, o ônibus espacial Endeavour se desligou da Estacão Espacial Internacional (ISS) e iniciou a viagem de volta à Terra na madrugada deste segunda-feira. Esta foi a última viagem da missão Endeavour, iniciada em 1992 e que teve como um dos grandes êxitos, a correção das lentes do telescópio Hubble, em 1993. A desacoplagem ocorreu na madrugada  de ontem (horário de Brasília). A estação, uma mega estrutura de aço, está posicionada a 346 quilômetros da Terra, sobre a Bolívia. “O Endeavour está de volta à Terra.  “Bons ventos e mares calmos, pessoal”, disse Ron Garan, um dos astronautas . “Obrigado Ron”, respondeu o comandante Mark Kelly.


Astronautas da Endeavour fotografam anoitecer na Estação Orbital. No horizonte, o contorno da Terra
Astronautas da Endeavour fotografam anoitecer na Estação Orbital. No horizonte, o contorno da Terra

Na 25ª e última viagem ao espaço, o ônibus espacial transportou um equipamento de 2 bilhões de dólares -  Espectômetro Alfa Magnético (AMS, na sigla em inglês), para experiências científicas. Com o equipamento terá início uma série de pesquisas que irão ajudar os cientistas a estudar a formação do universo, procurar evidências de matéria escura, assim como investigar a antimatéria. O equipamento tem  capacidade de captar até 40 milhões de partículas diariamente. 



De acordo com a agência espacial dos Estados Unidos, Nasa, nesses onze dias os astronautas fizeram quatro caminhadas no espaço, fazendo também pequenos consertos no laboratório internacional. 



Após o pouso nesta quarta-feira, na  Florida, o ônibus irá diretor para um museu em Los Angeles, onde poderá ser visitado pelo público.  Com o fim da missão Endeavour, o único ônibus espacial em atividade da frota da Nasa será o Atlantis, que deverá fazer a última missão em julho. De acordo com a BBC, “após o final dos 30 anos do programa de ônibus espaciais, a Nasa deverá usar as cápsulas Soyuz, da Rússia, para levar seus astronautas para a Estação Espacial Internacional. Além disso, várias companhias comerciais americanas também devem participar das viagens espaciais a partir do meio da década.”



Enquanto isso – informa a BBC - “a Nasa vai comprar assentos nestes “táxis” de astronautas.” Com essa iniciativa, a Nasa espera economizar dinheiro enquanto constrói “um Sistema de Lançamento Espacial capaz de viajar além da Estação Espacial Internacional, para a Lua, asteroides e para Marte”.



 Nestas três décadas, dois grandes tragédias foram registrados. A primeira em janeiro de 1986, quando Challenger explode pouco tempo depois da decolagem, matando sete astronautas morrem. O segundo, em fevereiro de 2003, quando o Columbia desintegra-se durante a reentrada na atmosfera, matando sete astronautas.

0 Comentários:

Postar um comentário

Não serão permitidos comentários de baixo calão ou palavras levianas que possam incomodar e atrapalhar um trabalho sério como a Ufologia e a Astronomia.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...