sexta-feira, 20 de maio de 2011

A beleza da antiga Ciência e Tecnologia Atlante



Ilha de Posseidônis - A capital esplendorosa

Posseidonis era a principal ilha do continente perdido Atlântida. As principais escolas de iniciação cósmica, a grande pirâmide principal, e os outros templos ficavam nesta ilha. 

Esse é o templo de Incalitlon, no coração principal da ilha de Atlântida na capital Posseidônis.Era revestido em granito branco polido, que irradiava a luz do sol e era tido como força central de experiência atlante, tinha 150m de atura. Construído ao redor de um vórtice eletromagnético numa planície circular, sob o qual levitava um cubo de cristal , chamado TUAOI (Cristal de fogo da morte), o cristal flutuante emanava uma luz que desintegrava a massa. Ali realizavam cerimônias fúnebres, onde o atlante era incinerado. O cubo era então posto em cima de uma estrela de Baclita vermelha. 

Cristal TUAOI

EmTuaoi, emanava-se uma suave e permante luz branca que iluminava o teto da pirâmide. Sob sua face superior brilhava uma enorme luz branca em forma de lança, que se elevava com seu intenso poder até uma ponta da pirâmide. A luz que brilhava não produzia calor, não era alimentada por nenhum combustível fóssil nem biocombustível, nem corrente elétrica, mas no ententa estava lá há séculos como uma chama viva. Essa chama viva nada mais é do que o vórtice energético da pirâmide.


Isto significa que o corpo físico e o corpo astral se separariam. Era uma cerimônia simbólica. O corpo astral era desintegrado. Mas os Atlantes conheciam a lei de conservação de massa que diz que a matéria não pode ser destruída mas sim transformada. A luz INCAO, desintegra o corpo físico. O espírito continuaria sua viagem evolutiva. O corpo físico se transformava em pequenos átomos e se elevavam para o universo. O espírito chegava ao céu, chamado de DEVACHAN, a primeira forma de espírito. 

A massa é transformada em energia (E=Mc²)A Ilha é exatamente localizada em um vórtice que anula a gravidade e ao mesmo tempo emite energia elétrica e magnética. Os corpos que eram colocados sob o cubo de energia era letivado antes de desintegrar-se. Os corpos que morriam longe da ilha, eram cremados e trazidos as cinzas para lançá-las no cubo, pois era uma heresia morrer e não ser tocado pelo vórtice dimensional atlante.

A terra é dividida geometricamente com uma rede de energia com pontos equidistantes que contém vórtices energéticos. Esses pontoss neufrais são secretamente estudadas hoje pelo governo e pessoas que tem conhecimento para produzir levitação como os hindus. Os Atlantes conheciam a localização dos pontos neutros e sabiam anular a gravidade com uma tecnologia adequada e super avançada.

Nikola Tesla, inventor dos transformadores e da  lâmpada de Neon, propôs um energia renovável , limpa e infinita, baseada nesta rede energética, felizmente o governo não se aponderou e não interveio no projeto, pois teríamos grandes problemas com a ultilização indevida dos vórtices energéticos para fins bélicos hoje em dia.

A Escola de Mistérios de Naacal


Na ilha circular, UNDI, alguns mestres sobreviventes da antiga Escola de Mistérios Lemuriana de Naacal. Tinha seu centro de ensinamento, e na frente um templo entre os cumes dos vulcôes gêmeos ATLAS e GADEIROS, dominando toda a  ilha de Posseidonis. Ali a sombra dos vulcões os atlantes construiram a Escola de Mistérios de onde derivaram-se a Escola Balilônia de Mistérios, A Escola Egípcia de Mistérios, a Escola do Olho Direito de Hórus, e os Essênios, entre os quais um que surgiu bem mais tarde: Jesus de Nazaré. O templo era governado pelo grande mestre chamado INCAALIZ = graõ-mestre.Ele era um guru, um  grande professor de filosofia semelhante a Sócrates.

Os Vulcões Gemeos Atlas e Gadeiros

Incaaliz era encarregado de fazer a comunicação com entidades do plano astral, e também de outras culturas da galáxia que frequentemente visitavam Atlântida. Nesta escola ensinava a forma de adquirir o conhecimento do universo, através da intuição e do Akasha, que  para os atlantes era um sentido normal como a visão e o tato.Lá ensinaram a ciência, a arte, astronomia, medicina, cura magnética, matematica, forças ocultas na natureza, processos de transformação alquimista e química. 

Palácio de Nagacure e fontes térmicas 

A direita  do templo de Incalitlon ficava o palácio de Nagacure, onde o deus Posseidon e Clitos, uma mortal tiveram 10 filhos que seriam os 10 principes atlântes, alí em um palácio totalmente de ouro rodeado de jardins e praças ficava o rei Posseidon e sua família.

Palácio de Nagacure



A esquerda, ficava as piscinas de banho  térmicas públicas das Nereidas.


Meios de transporte 


Os atlantes usavam magníficos meios de transporte denominados VAILIXI ( O Vimana hindu). O princípio das nave Vailixi era o mesmo das naves do império de Rama, na India, que na época  era um concorrente a disputar a melhor tencologia de transporte pois as entidades que visitara o vale do Hindo no imperio Rama. Verima, o grande mestre é descrito no Mahabrarata voando em uma destas Vimanas. Mas os Vailixis também tinham um poderiu bélico. Estes discos voadores eram movidos pela energia reaproveitada dos conhecidos vórtices energéticos da terra e do akasha e eram feitos de um material mais forte que o aço so que menos denso que o alumínio. As naves eram propriedades do goveno e qualquer um poderia usá-las de modo individual.

VAILIXI SOBREVOANDO A GRANDE PIRÂMIDE

As Vaixilis possuíam um campo de força onde modificava a gravidade (força G) modificando seu peso e com a diferença de forças, fazia com que a própria gravidade repelisse a nave de volta para o céu. Para se movimentar, usava-se então a força de rotação natural da terra criando um Movimento Harmônico Simples.

 O grande Império Rama e a Atlântida travaram uma guerra quando os atlantes invadiram o território que se estendia do vale do Indo até o norte da Índia, Paquistão, Afeganistão, parte do Irã, Vietnã, Camboja e Coréia. O Mahabharata e outros épicos indianos descrevem essa guerra e as armas utilizadas, como as grandes bolas de fogo que arrasavam uma cidade inteira, o famoso Olhar de Kapilla, responsável por incinerar 100 mil homens em segundos, lanças e flechas voadoras que destruíam “cidades inteiras com todas as suas fortalezas e armas”.

Agricultura e Animais 





Do cume do vulção Atlas, descia um grande rio, o Parfa, e pequenos outros riachos, gerando numa região tropical, um clima muito agradável. Uma série de cataratas oxigenavam a água limpa e pura que caia das grandes alturas onde formava o rio. Os atlantes retiravam água potável do lago INCAL, fazendo uma rede reticulada sob todo a ilha maior e todo o continente. Os canais de irrigação eram extensos o suficiente para navegar. Antes do surgir a tecnologia anti-gravidade, a navegação nos canais era a principal forma de transporte. A planície era dividia em 600 pequenos quadrados regulares onde praticavam a agricultura. As plantações era irrigadas então pelos canais do Lago Incal. Eles colhiam alimentos o suficiente para encher os potes de todos os habitantes da ilha e exportar para as outras colônias ao redor do mundo. Na ilha existia milhares de elefantes e outros animais da montanha, que se alimentavam dos frutos das plantações. Incrivelmente os animais conviviam pacificamente com outras espécies diferentes. Existiam muitos tipos de aves e flores com bastantes variedas. Árvores frutiferas tropicais eram abundantes também na ilha.
Rio Parva - Ilustração

0 Comentários:

Postar um comentário

Não serão permitidos comentários de baixo calão ou palavras levianas que possam incomodar e atrapalhar um trabalho sério como a Ufologia e a Astronomia.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...