quinta-feira, 15 de julho de 2010

A LENDA DOS HOMENS - SERPENTE DE NIBIRU


Os nativos de Nibiru visitaram a Terra

Há seis mil anos, os Sumérios conheceram um planeta chamado Nibiru. Era o planeta de origem de um povo descrito pelos antigos como "*raça de deuses*". Os nativos de Nibiru visitaram a Terra no passado influenciando decisivamente a cultura humana. Artefatos e tabuletas cuneiformes de argila e pedra encontradas no Iraque referem-se claramente a um planeta de onde vieram viajantes cósmicos.

Os viajantes de Nibiru que chegaram à Terra são chamados Anunnaki e foram considerados deuses. A tradição conta que os Anunnaki possuíam "servos" que eram "*seres andróides*". Não eram seres vivos mas agiam como se fossem.

A herança destes remotos alienígenas aparece na avançada tecnologia dos sumérios e de outros povos ao redor do mundo. Muitas relíquias não são acessíveis ao público que, assim, desconhece essa face da mitologia mesopotâmica. No caso dos sumérios, sua cultura é a mais antiga do Ocidente. Entretanto, seu sistema matemático e o calendário permanecem atuais.
Caça a Nibiru, porque não é visto na atualidade Muitos astrônomos estão procurando este planeta misterioso nos confins do espaço. Existem informações que a NASA está atenta a estas pesquisas do chamado por eles Planeta X.

Observado há milhares de anos passados, Nibiru não é visto nos céus contemporâneos. Isso acontece porque a órbita do 10º planeta (12º astro dos sumérios) é uma elíptica extremamente alongada. Durante milênios, o globo se mantém longe do Sol e da vista dos terráqueos, muito além da órbita de Plutão. 

O planeta dos nagas, outro nome dos habitantes, tem uma orbita eliptica totalmente diferente dos outros 8 planetas da astronomia moderna, e descreve uma órbita vertical, e perpendicular a os planetas do sistema solar, onde é extremamente alongada, o que explica o fato de que o planeta demora seculos para voltar a ser visto da terra.

Zecharia Sitchin
 
Zecharia Sitchin é lingüista, perito em escrita cuneiforme (suméria) e em muitas outras linguagens antigas. Em 1976, publicou The Tewlfht Planet e assim começou sua trajetória transformadora da pesquisa da história antiga. Em 1993, lançou seu sexto livro, parte da série de Earth Chronicles (Crônicas da Terra) - When Time Began. Este último livro fala das relações entre o complexo calendário de Stonehenge, as ruínas de Tiahuanacu, no Peru, a antiga cultura suméria e, por extensão, a conexão desses monumentos antigos com os Anunnaki. Sitchin defende que os Anunnaki não são uma alegoria ou criação fabulosa dos sumérios; antes, são seres humanóides que habitam o misterioso planeta Nibiru.
Aparece aí a primeira menção a uma gigantesca cruz cósmica, desenhada pelas órbitas dos planetas do Sistema Solar na eclíptica e pela órbita, muito alongada, do Planeta X, que, também, órbita nosso Sol, porém, em outra direção e com outro período orbital.
Polêmico, Sitchin fundamenta suas teorias em rigorosas traduções dos textos sumérios, escrituras Védicas (indianas) e textos originais da Bíblia escritos em hebraico e grego.
Imagem
A órbita excêntrica, extensa de Nibiru, faz com que o planeta *passe milênios totalmente invisível à observação na Terra. Zecharia Sitchin acredita que quando a posição de Nibiru é favorável, ciclicamente, os Anunnaki(nagas) - habitantes de Nibiru - visitam a Terra e interferem no curso da história humana.
O ano de Nibiru corresponde a 3 mil e 600 anos terrenos, período regular de intervalo entre as visitas dos Anunnaki.
Sitchin já decifrou mais de dois mil cilindros e fragmentos de cerâmica com inscrições da Mesopotâmia, alguns de 4.000 a.C., que fazem parte do acervo de museus de todo o mundo. Um desses fragmentos, que se encontra na Alemanha, indica que a Terra é o "sétimo planeta", contando a partir de Plutão. Ocorre que Plutão somente foi descoberto pela astronomia moderna em 1930. Como os sumérios poderiam saber de tal coisa?
O lingüista acredita que, na antiguidade, seres extraterrenos conviveram com antigos mesopotâmicos e foram os "instrutores", os deuses da humanidade dos primeiros tempos históricos (pós-advento da escrita). Comparando as mitologias da Criação de diferentes culturas, verifica-se a coincidência dos mitos, que são recorrentes nas referências a uma "colonização" ou instrução das primeiras nações humanas por seres superiores, que vieram do espaço e se encarregam de ensinar aos homens primitivos as "artes e tecnologias" que caracterizam as civilizações.
Sempre buscando a identidade desses "instrutores celestes", Sitchin começou sua jornada pelo mundo das cidades antigas e dos grandes impérios do passado. Uma de suas conclusões mais significativas afirma a existência, em Marte, de uma estrutura alienígena, artificial, de forma piramidal, situada na região denominada Cydonia. Essa pirâmide não é a única; sua distância em relação a outra estrutura semelhante é proporcionalmente idêntica à distância que existe entre a Esfinge e as pirâmides do Egito.

Essas relações entre pirâmides podem significar que elas servem como marcos topográficos para viajantes celestes, como os Annunaki, tanto na Terra quanto em Marte. Sitchin acredita que as pirâmides de Gizé não foram um realização dos egípcios. Em 1993 foi divulgada a descoberta de que a Esfinge é dois mil anos anos antiga do que se pensava, o que reforça a teoria de Sitchin. 

O Buraco de Saddam
 
O local, na Terra, de chegada ou aterrisagem dos Annunaki é uma região chamada Eridu, sul do Iraque. A dificuldade de captura de Saddam Hussein decorreu do fato de que seu esconderijo, o "buraco" onde foi encontrado o ditador, é parte de uma pirâmide construída na antigüidade e desconhecida dos arqueólogos que trabalham naquele país.


Dados astronômicos de Nibiru

O Planeta X está se aproximando. A ZONA DE PERIGO será quando o Planeta X chegar ao periélio, porque ocorrerão imensos fenômenos elétricos (relâmpagos cósmicos) entre os dois astros. Tais fenômenos serão de extrema violência.
Isto é conhecido não pela observação direta nesse momento e, sim, pela maneira como estão se comportando os planetas de nosso Sistema Solar e o Sol.
E esta previsão concorda com as experiências anteriores nas últimas vezes em que "o intruso" esteve perto de nós.
PERÍODO DE APROXIMADAMENTE 3.660 ANOS: é o tempo que o Planeta X leva para completar uma órbita inteira em volta do Sol.
PERIÉLIO DE 2,850 AU: a unidade astronômica AU é a distância média entre a Terra e o Sol (cerca de 150 milhões de quilômetros).
Como Marte está a 1,52 AU do Sol, o ponto em que o Planeta X estará mais próximo do Sol cairá entre as órbitas de Marte e Júpiter, a cerca de 427 milhões de quilômetros.
AFELIO DE 475,000 AU: sabendo que Plutão está a 39,5 AU, o afélio que o Planeta X alcançará será de aproximadamente 12 vezes a distância de Plutão ao Sol. Isto significa que esse planeta gasta a maior parte do tempo na região chamada de cinturão de Kuiper, muito além da órbita de Plutão.
INCLINAÇÃO DA ÓRBITA QUASE PERPENDICULAR AO PLANO DA ECLÍPTICA: cerca de 90% dos objetos observados transitam pelas áreas das constelações do Zodíaco.
O Planeta X está bem mais na direção sul e é por isso que não foi ainda detectado.
OBSERVAÇÃO INFRAVERMELHA: Muitos acreditam que o satélite astronômico infravermelho (IRAS) tenha detectado o Planeta X já em 1983 como um planeta maior do que Júpiter, ao sul da Constelação de Sagitário, com um temperatura de 240 Kelvin. Em abril de 2006, a YOWUSA.COM revelou a estória do telescópio do Pólo Sul.
OBSERVAÇÃO TELESCÓPICA AMADORA: Dependerá da localização e das condições atmosféricas. As do Hemisfério Sul serão mais privilegiadas.
OBSERVAÇÃO A OLHO NU: em meados de 2010, observadores do Hemisfério Sul poderão observá-lo à noite como um objeto brilhante avermelhado.
Se diz que em 2012 ele aparecerá como um segundo Sol: o Planeta X aparecerá como um segundo Sol, no céu. 

Os Anunnaki
por Jason Martel
tradução: Mahajah!ck
Anunnaki: na língua suméria significa "Aqueles que desceram dos céus"; para os hebreus eram Nefilim, Elohim; em egípcio, Neter. Descobertas arqueológicas e artefatos recolhidos nos últimos duzentos anos são o fundamento da teoria de que uma avançada civilização proveniente de um planeta distante, porém pertencente ao sistema solar do qual a Terra faz parte, chegou ao golfo Pérsico a cerca de 432 mil anos atrás; eram os Anunnaki. Os visitantes estelares colonizaram a Terra com o propósito de obter grandes quantidades de ouro. Sua mão-de-obra foi arrebanhada entre os humanos primitivos, que foram manipulados geneticamente.
Há 250 mil anos, o sistema de colonização alienígena começou a decair; os operários das minas (terráqueos) começaram a se rebelar contra as condições de trabalho e os Anunnaki, então, decidiram criar um ser que pudesse substituir os humanos primitivos. O experimento de engenharia genética teve de ser refeito. Enki, cientista genético e Ninhursag, chefe de medicina, criaram híbridos usando material do homo erectus, de animais e dos próprios Anunnaki. Esta idéia foi usada no recente filme Avatar. O resultado foi o homo sapiens, que veio ao mundo para ser escravo! Os primeiros homens, sendo híbridos, não se reproduziam. Novos ajustes foram feitos e, assim, a espécie pôde procriar.
Quando os sapiens tornaram-se muito numerosos, parte deles era expulsa das cidades Anunnaki e, assim, gradualmente espalharam-se no planeta. Mas as criaturas surpreenderam os criadores: eram belos e se desenvolviam muito bem. Algumas fêmeas começaram a servir de parceiras sexuais para os colonizadores. Essas uniões eram férteis, produziam prole. Era uma situação inaceitável para a maioria dos Anunnaki que decidiram exterminar a população colonizada - a humanidade - provocando uma colossal inundação em época próxima à reentrada de Nibiru nas proximidades da órbita da terra. Esse dilúvio aconteceu há cerca de 12 mil anos atrás.
Muitos humanos foram salvos por Enki, que simpatizava com aqueles que ele mesmo havia criado. Por milhares de anos, homens e mulheres foram escravos e soldados. Os Anunnaki usavam seus servos nas guerras que travaram entre si, na construção de palácios e cidades, em instalações astronômicas situadas em todos os continentes. Eles ocuparam não somente a Mesopotâmia, mas também o Egito, a Índia, as 
Américas. Por isso os sinais de sua presença são encontrados em todo o mundo.
Seis mil anos depois do dilúvio, os Anunnaki que aqui permaneceram resolveram que era hora de deixar o planeta e, gradualmente, conduziram a raça humana à independência, introduzindo um sistema sociopolítico fortemente hierarquizado. Linhagens de reis foram estabelecidas, possivelmente considerando a descendência dos Anunnaki: eram os "Iniciados", versados em ciências como matemática e astronomia, conhecedores de 

técnicas de medicina, arquitetura e engenharia. Dinastias cuja continuidade era feita por meio "colégios" - os "colégios dos mistérios". 

como eu disse, o povo naga veio a terra para procriar, estudar e desenvolver uma nova raça que hoje chamamos de homo sapiens, ou a sexta raça-raiz, de acordo com Helena Bravatsky, chamada de raça Ariana. 


3 comentários:

  1. Há 66 milhões de anos Nibiru foi uma estrela anã amarela que devido às experiênçias atômicas dos Abaster o 5° planeta, acabou explodindo.!
    Nisso:
    Abaster se tornou o Cinturão Primário.
    Marte foi congelado em um inverno cósmico.
    Téia ou Lua tambem foi atingida por um dos pedaços da estrela nibiru e ficou quasi inabitável.
    Os colonos de Abaster que habitával Lemúria no Continente Antártico quando à Terra tinha um Axial Urânico, tentaram usar à mesma tecnologia de fussão e devido à isso causaram à Era Glacial o Inverno Nuuclear que não so destruíl os dinossauros como tambem alterou os mamíferos da época principalmente o Sinonix e os Cordatas.
    Milênios Depois os Sectorls os Répteis voltaram à terra para auxiliar os descendentes sobreviventes dos Lemúria e nisso surgil Atlântida que dividia o mundo com Avalon e Regulosa-Cidade do Povo Felino.
    Atlântida ainda está no que hoje é conhecido como Triângulo das Bêrmudas.
    Avalon está no Triâgulo do Dragão.
    Regulosa está abaixo de Wyrmwood e Calgary nos Estados Unidos.
    O Vaticano, A Nasa, A aéronautica norte americana e até à FAB sabem disso.!
    À FAB entrou no padrão depois do incidente com os Krurges que colidirão em Varginha Mg em 1996.
    Nibiru Já é vissível mas Os Norte Americanos encotraram um jeito de escodêlo.!
    Nibiru despersa Neutríno por ter sido núcleo de uma estrela os Americanos montaram satélites que revertem à emissão de neutríno devolta causândo mais atividade elétromagnética tornaduo invísivel "camuflado", bem ao estílo predador.! mas ainda assim é quase víssivel.
    porem seus efeitos físicos ainda são capases de causar desastres não como no filme 2012.! Agora se os satélites pararem de funcionar...
    Vai Ser Muito Ruím.

    ResponderExcluir
  2. bem.
    da ultima vez que ele passou à 3600 anos ele trouxe graves consequencias. Assim como o dilúvio narrado na bíblia e na mitologia Grega. o fato é que,n o dia D , os planetas se alinharão entre si e o sol se alinhará com o centro da galáxia. e niburu passará ao mesmo tempo pela terra, provocando ainda mais as catástrofes.
    Os Egípcios e Sumérios já sabiam disso e relataram perfeitamente em gravuras e Hieróglifos.
    Vamos esperar até lá.
    Boa Sorte pra nós todos. E se houver contato, que seja amigável como foi das outras vezes.

    ResponderExcluir
  3. Boas,
    como antigamente, os ET deverão salvar alguns humanos para que a raça não se estinga, Nós humanos somos uma peça do puzzle muito preciosa e invejada por muitas raças ET, porisso o 'esquadrão estelar' que defende raças inofencivas espacialmente, nos defenderá tambem contra tentativas de saque de ouro ou algo que tenhamos de precioso.
    Os 'crop circle' tratam-se de avisos desse mesmo 'esquadrão' para que os povos alienigenas saibam que o povo humano está sendo protegido por uma rede inter-galática.

    Fonte:
    -Amiguinhos lá de cima.

    ResponderExcluir

Não serão permitidos comentários de baixo calão ou palavras levianas que possam incomodar e atrapalhar um trabalho sério como a Ufologia e a Astronomia.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...